pub-1948941825289788
 

Se não fosse o Café, o Peazê não estaria aqui, 23 de outubro, Dia da Ave de Rapina.

Atualizado: 30 de nov. de 2021



Após ter estudado durante uma década, no mínimo, e ter publicado o Road Map do Café do Brasil, em 2018 foi plantado o primeiro pé de Café Peazê, que floresceu modestamente somente em 2020 sendo colhido lentamente a partir de 2021 em plena euforia das máscaras mundo afora. Em julho deste ano, nascia o Café Peazê no bairro Bom Retiro, em Vila Franca de Xira. Mas eu não estaria aqui para contar essa história, não fosse o Pai Aviação, Santos Dumont, ter voado um dirigível pela primeira vez e sendo testemunhado oficialmente, em torno da Torre Eiffel, e logo adiante, com dinheiro da sua herança, levantado vôo no primeiro avião a motor.


Seu pai construía a estrada de ferro D. Pedro II, no Brasil, para transportar o Café que plantava na sua própria fazenda, a maior do país naquela época, e era o segundo maior produtor de café do mundo, em Arindeuva, interior de São Paulo, naquele que foi o novo ciclo do ouro, do café, portanto, logo após o ouro perder o título de ciclo económico no Brasil. Numa época em que aquele “pequeno país” abrigava o maior porto de transporte de carga marítima das Américas, onde foi implantado o primeiro Farol dos continentes americanos, na Bahia, quando tudo era pela primeira vez e promissor, sedutor e outras veleidades abaixo do equador na banda oeste do Oceano Atlântico. Qualquer relação com a nossa era não é mera coincidência, continua sendo o lugar onde se plantando tudo dá, o problema é esse, tudo se dá. Haja imaginário para perceber todas essas metáforas, mas eu não sou o culpado, do contrário teria que reescrever a história mundial aqui e agora.


Voltando ao tempo, o pai de Santos Dumont faleceu e o menino abastado passou a usar a sua modesta herança para financiar a si mesmo em projetos inspirados nas Viagens de Jules Verne, seu autor preferido. Este observador residiu na Cidade Imperial de Petrópolis e foi várias vezes na casinha de Santos Dumont onde havia uma coleção de invenções do filho prodígio do rei do café; desde uma escada para um pé só a chuveiros sem água encanada, que não havia na sua idade. Uma miniatura de casa que hoje é modismo nos Estados Unidos, as Tiny Houses.


Pois, graças ao Café, em 23 de outubro de 1906, portanto a 115, Santos Dumont voou pela primeira vez, em seu próprio avião de nome “Ave de Rapina” (Oiseau de Proie em francês), no Campo de Bagatelle, em Paris; por uns 60 metros a 3 metros de altura. Não fosse isso, eu não estaria hoje vendendo café, talvez, mas seguramente não teria chegado a Portugal pelo ar, lançando o Poesia em Alto Mar & Nós.



Feita a homenagem e o comercial. Vai um cafezinho? Post Script: Quando pontuei no início "plantado o primeiro pé de Café Peazê, foi uma metáfora, na verdade tive o sonho, que realizou-se somente em 2021"