pub-1948941825289788
 

Marco histórico: igual número de homens e mulheres para cargos no COI


FONTE PRESS RELEASE Comitê Olímpico Internacional 30/09/2022: Pela primeira vez na história, o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, nomeou um número igual de mulheres e homens para as comissões do COI para 2022. Um marco histórico nos esforços do COI para aumentar o equilíbrio de gênero em seu nível de governança, que foi uma recomendação chave da Agenda Olímpica 2020 e sua sucessora, Agenda Olímpica 2020+5. Contribui para o objetivo mais amplo do COI de promover a igualdade e a inclusão de gênero em todo o movimento esportivo.


Representação equilibrada


No total, existem agora 546 cargos nas comissões do COI, com 273 cargos ocupados por homens e 273 por mulheres. Esse equilíbrio de gênero representa um aumento substancial na representação feminina desde a adoção da Agenda Olímpica 2020 há quase oito anos, com as mulheres representando apenas 20% dos cargos nas comissões em 2013. Além disso, um recorde de 13 das 31 comissões são presididas pelas mulheres em 2022.


As comissões do COI desempenham um papel vital no trabalho da organização, concentrando-se em áreas temáticas específicas e fazendo recomendações ao Presidente do COI, ao Conselho Executivo e à Sessão do COI. A composição de cada comissão inclui membros do COI e uma série de especialistas externos.


Além de alcançar a paridade de gênero nos cargos da comissão, o COI também anunciou os primeiros atletas refugiados a serem nomeados para as comissões do COI.


Yiech Pur Biel foi membro da primeira equipe olímpica de refugiados do COI nos Jogos Olímpicos Rio 2016, onde competiu nos 800m de atletismo. Por meio de uma mudança na Carta Olímpica, o COI permitiu que ele se tornasse o primeiro membro do COI como refugiado.


A ciclista Masomah Ali Zada ​​competiu nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 como parte da Equipe Olímpica de Refugiados do COI e agora foi nomeada para a Comissão de Atletas do COI.


Paridade de gênero nos Jogos Olímpicos


O equilíbrio total de gênero das comissões do COI segue o que o COI já alcançou em campo nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. As mulheres representaram 48% dos competidores nos Jogos mais equilibrados de gênero até o momento. Em Paris 2024, haverá total paridade de gênero no campo de jogo, com 50% das vagas para mulheres e os outros 50% para homens. LEIA O PRESS RELEASE COMPLETO AQUI>>>