pub-1948941825289788
 

Ganhou a situação ACAP / APICAN A náutica ou a náutica?


LISBOA 15/03/2019 – Diz a etiqueta social, na nobreza, na burguesia e no proletariado, a ordem não é necessariamente esta, que é de bom tom enviar congratulações quando um grupo de agremiação, especialmente corporativa, vence uma eleição. Neste caso, a Conversa no Pier, que foi o único veículo da náutica que notou que o rei estava nu, que a burguesia recém emigrada de além mar continua no porto de New York a espera dos livros de Dickens e o proletariado no resto do mundo a ver navios, envia um QTC (desculpas a quem não for do ramo) de congratulações a Eugénio Martins, o homem com a mão no timão da Nautiser, que ficará por mais três anos no convés da ACAP / APICAN, lá serão 12 anos mareando no mesmo mar, no mesmo bordo. Aviso aos navegantes: o web site da entidade, da qual a Pessoas & Palavras é membro noviço, não está operacional, contém links quebrados ou sem conteúdo e não há forma qualquer para os associados interagirem entre si e com a entidade, além do email, telefone e, talvez, corredores da Náutica.

Com a vitória da situação, na eleição desta quinta-feira 14 em que protagonizaram a disputa do outro lado, a Sra. Salete Novaes, Grupo Siroco e um time de empresários de peso do setor, obviamente (ver abaixo), foi intrigante não termos recebido a lista dos concorrentes antes da eleição, a vimos, com esforço de pesquisa digital, no blog Nauticapress, tampouco do resultado, obtido também apenas nos bastidores.

É sabido em qualquer meio corporativo, de classe e categoria econômico-social, uma associação pressupõe o convívio “social”, na acepção mais ampla do termo “associativo”, em que os pares se relacionam, trocam opiniões, nem sempre de mesmo interesse mas onde a procura será sempre a qualificação deste mesmo setor, sem nunca o privilégio de um único membro, ou grupo sectário.

A APICAN, que em 2012 passou a integrar o universo social dos automóveis, guinada inteligente ou não esta é a realidade, continuará os seguintes membros a polarizarem os interesses de toda uma classe produtiva, de serviços, de produtos mesmo, de conceitos e meios de consumo, no amplo espectro da Náutica. Fica a pergunta em aberto: mantendo a situação, a Náutica estará para Náutica mais forte ou será a mesma de uma década atrás? Um silogismo até mesmo simplório responde a questão, embora diga outra regra do convívio social: as pessoas podem mudar, e a esperança é a última que morre, especialmente para quem é do mar.

Congratulações mais uma vez Eugénio Martins, Nautiser Centro Nautico SA, Vice Presidente – António Inglês Nautiradar LDA, Vogal – António Gaspar Grow Iberia LDA, Vogal – Francisco Cálão Riamar, Vogal – Miguel Ferreira AIFE, Vogal – Miguel Pacheco Motolusa LDA,Vogal – Pedro Nunes Yamaha Motor Europe N.V. Surcursal em Portugal.

Salete Novaes - Siroco S/A Equipamentos, concorreu para presidente, com os seguintes integrantes:

Carlos Costa Santos Touron - Motores e embarcações

Hugo Henriques – Sopromar Estaleiro Naval

Pedro Vale - Boat Center Importador de Barcos

Rui Ferreira - Limatla Importador de Barcos

Manuel Braz - Sun Concept Solares Construtor de Barco

António Baptista - San Remo Construtor

Comentários e "feedback" são bem-vindos.

#nautica #boating #empresas #acap #apican #negócios